Uma nova e moderna Psicanálise

A “minha ciência”, a Psicanálise, é por mim extremamente amada e respeitada, pois através dela consigo fazer muitas curas, parciais, se os paciente não querem ou preferem não ir “até o fundo do tacho” para resolver todos os seus problemas emocionais, e curas totais se a isto eles se propuserem.
A Psicanálise passou por várias fases ou etapas, e vou enumerá-las com alguns detalhes.
Imaginem uma árvore. Ela sempre terá um tronco, e nesse caso essa parte da árvore compreendida entre a raiz e os ramos, foi Sigmund Freud, seu ilustre criador.
Depois tivemos uma segunda geração, com muitos e bons psicanalistas, alguns até da mesma geração de Freud, mas os que mais se destacaram foram Melanie Klein, Jacques-Marie Lacan, Anna Freud, Wilfred Ruprecht Bion e Donald Woods Winnicott que complementaram a nossa ciência com maravilhosos tesouros, tanto na parte de aprofundamentos teóricos, como na parte da psicanálise infantil.
E após isso nossa ciência foi agraciada com as contribuições da terceira geração, com muitos teóricos, observadores e magnânimas criaturas humanas que perceberam que nossas emoções começam a existir no momento da concepção e trataram de pesquisar e aprender como colocar métodos, exemplos e vivências para que os conceptos, depois embriões e após o terceiro mes fetos, já estivessem sendo recebidos com atuais e prósperas maneiras de tratamento.
Isso simplesmente foi uma glória, diminuindo a mortandade infantil, sofrimentos  para os pais, e uma maior, muito maior consciência do respeito que se deve ter a esses tão pequeninos seres, quase todos ainda em formação, mas já gravando um número enorme de formas de sofrimentos.
Eu também percebi, ao início de minha carreira, que meus primeiros pacientes mostravam na fala, nas não realizações, nos problemas apresentados que suas mazelas emocionais dentro do ventre da mãe haviam sido criadas e reforçadas para desespero desses pequeninos seres, que com esses materiais não sabiam lidar, e nem percebiam de onde procediam.
E, no intuito de ajudar, de dar a minha contribuição, estou lançando o livro “Você consegue mudar o mundo”, em breve nas livrarias.
Mas, num solavanco, numa explosão de buscas que sempre nortearam a minha existência, fui buscar em outros setores, alguns já muito familiares a mim desde muitos anos novos, ainda, caminhos que fizessem crescer mais a minha ciência e a ajuda que podemos dar aos que dela querem se beneficiar, e consegui juntar, o que, inicialmente posso chamar de Nova Psicanálise, pois com meus pacientes estou trabalhando a parte energética, que se mal estruturada ou mais ainda sem conhecimento pelos mesmos pode causar perdas, danos, comprometimentos e até mortes, que serão consideradas, nesses casos como suicídios ou homicídios inconscientes.
E mais, pelo menos até o momento: com maravilhosos cursos de terapia regressiva, que somados à minha experiência me permitem ir até à outras vidas dos pacientes,  dentro do tratamento psicanalítico, o que elucida seus relacionamentos tumultuados com seres de sua atual existência, família, e também sobre suas não realizações, o tratamento psicanalítico ficou mais rápido, muito, muito, muito mais seguro e completo, me trazendo a mais total realização como psicanalista e um bem estar sensacional aos meus pacientes e ao ensino que faço dentro do meu Curso Livre de Formação em Psicanálise Online.
E, a todos esses grandes mestres que em breve relacionarei, espiritualmente de joelhos, digo: MUITO OBRIGADA.
JONIA RANALI

1 comentário em “Uma nova e moderna Psicanálise”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *